| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

DIÓGENES
Desde: 15/07/2005      Publicadas: 655      Atualização: 10/01/2016

Capa |  CULTURA  |  HISTÓRIA  |  OPINIÃO  |  TOQUES


 OPINIÃO

  17/11/2010
  0 comentário(s)


GUERRA CAMBIAL EXPÕE MAIS UM CAPÍTULO DA CRISE ECONÔMICA - Diego Cruz

"Isso acontece porque o Brasil virou rota preferencial dos especuladores internacionais, atraídos por uma das maiores taxas de juros do mundo. O especulador toma dinheiro emprestado lá fora e investe aqui, com uma rentabilidade de 100% ao ano sem ao menos se mexer. Depois da África do Sul e da Austrália, o Brasil é o país preferido pelos especuladores. Com a avalanche de dólares chegando até aqui, o preço da moeda norte-americana se desvaloriza e o real sobe, numa espécie de gangorra monetária. Nesse movimento, o real atingiu uma das maiores cotações desde sua implementação no governo FHC, em 1994. O problema é que, se por um lado o real forte faz a alegria da classe média alta, que tem mais acesso aos importados e a viagens internacionais, por outro ele arrebenta setores da indústria nacional, assim como o setor agroexportador. Com a moeda valorizada, os produtos exportados perdem competitividade frente aos de outros países."

GUERRA CAMBIAL EXPÕE MAIS UM CAPÍTULO DA CRISE ECONÔMICA - Diego Cruz Protecionismo disfarçado está por trás da disputa cambial entre os países

No dia 18 de outubro, o ministro da Fazenda Guido Mantega anunciou a elevação da taxa sobre o capital estrangeiro de curto prazo, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), de 2% para 4%. Segundo o próprio representante da equipe econômica do governo, foi uma tentativa de conter a excessiva desvalorização do dólar frente ao real.

O mais correto talvez fosse afirmar que esta é mais uma tentativa do governo de conter a valorização da moeda nacional. Após um ano da instituição do imposto sobre o capital volátil, o dólar não parou de cair. E por que não? É opinião quase unânime que essa taxação dos investimentos especulativos tem efeito quase nulo sobre o câmbio.

Isso acontece porque o Brasil virou rota preferencial dos especuladores internacionais, atraídos por uma das maiores taxas de juros do mundo. O especulador toma dinheiro emprestado lá fora e investe aqui, com uma rentabilidade de 100% ao ano sem ao menos se mexer. Depois da África do Sul e da Austrália, o Brasil é o país preferido pelos especuladores.

Com a avalanche de dólares chegando até aqui, o preço da moeda norte-americana se desvaloriza e o real sobe, numa espécie de gangorra monetária. Nesse movimento, o real atingiu uma das maiores cotações desde sua implementação no governo FHC, em 1994.

O problema é que, se por um lado o real forte faz a alegria da classe média alta, que tem mais acesso aos importados e a viagens internacionais, por outro ele arrebenta setores da indústria nacional, assim como o setor agroexportador. Com a moeda valorizada, os produtos exportados perdem competitividade frente aos de outros países.

Isso gera dois grandes entraves ao governo. Primeiro, prejudica o setor agroexportador, que sempre foi beneficiado durante os oito anos de governo Lula. E, segundo, aumenta o rombo nas contas externas.

O real forte favorece as importações, prejudica as exportações e afeta a balança comercial (diferença entre o que o país "compra" e o que "vende"), o que já vem preocupando o governo. Segundo a LCA Consultores, o Brasil pode ter, já em 2011, seu primeiro resultado negativo, ou déficit, em 11 anos.

A taxação do capital estrangeiro pretende, assim, resguardar os interesses dos exportadores, ao mesmo tempo que mantém os altos juros e os gordos lucros desse mesmo capital que é taxado.

O dólar baixo

O problema do câmbio, porém, está longe de ser uma questão restrita ao Brasil. O país, ao contrário, se vê no meio do fogo cruzado de uma guerra cambial internacional. Não foi por menos que esse tema monopolizou as discussões da última reunião do G20, em Seul. Mais do que um simples tema pontual, essa guerra reflete as encruzilhadas provocadas pela crise econômica mundial desatada em 2007 e que até agora estão sem solução.

Após o estouro da crise, a solução encontrada por todos os países, principalmente os imperialistas, foi despejar bilhões nos mercados financeiros em forma de pacotes de ajuda. Nesse aspecto, os EUA têm uma vantagem sobre os demais. Expressando sua hegemonia imperialista, o país tem total controle da moeda internacional, o dólar. Os EUA, então, expandiram o crédito ao sistema financeiro, ou seja, "imprimiram dólares" à vontade. O país usou seu poder de "fazer dinheiro" para salvar os banqueiros e investidores. Com uma maior quantidade de dólares circulando, a moeda americana vai perdendo seu valor frente às outras, que se valorizam.

Os juros baixos bancados pelo banco central norte-americano, como forma de reativar a economia, combinados com essa montanha de dólares gerados no último período, explicam o volume de investimentos externos, inclusive aqui. Outro problema é que o déficit financeiro norte-americano, já há algum tempo insustentável, vem ganhando proporções gigantescas. Essa é a chave para entender a atual crise cambial.

Os países se armam

Após o estouro da crise de 1929, os países trataram de se defender. Apelaram às barreiras comerciais e implementaram uma política protecionista que precipitou a depressão nos anos 30.

Durante os dois anos que se seguiram ao auge da atual crise, em 2007, sucessivas reuniões do G7 e do inflado G20 tentaram, sem maiores sucessos, estabelecer soluções articuladas para resgatar a economia mundial. Nas crises, ressurge a contradição entre a "globalização" da economia e os limites dos Estados nacionais.

A ação dos pacotes bilionários para o sistema financeiro impediu por enquanto o agravamento da crise, à custa de uma enorme crise fiscal que está explodindo na Europa. Essa guerra não-declarada do câmbio que surgiu agora pode estar fazendo ressurgir, de forma disfarçada, o fantasma do protecionismo.

Após a desvalorização do dólar, Japão e Alemanha tentaram manter sua competitividade seguindo o mesmo caminho e desvalorizando suas moedas. A China já mantinha o yuan desvalorizado, situação que inclusive possibilitou a explosão do consumo norte-americano nos anos anteriores à crise. Acontece que, diante da nova situação, os EUA se esquecem do passado e pressionam o governo chinês a valorizar o yuan. Querem reverter o desequilíbrio: enquanto têm déficit, países como China e Alemanha acumulam enormes superávits.

No atual estágio da crise mundial, portanto, as tarifas alfandegárias estão sendo substituídas pela guerra do câmbio. Cada país tenta se tornar mais competitivo que o outro reduzindo o valor de sua moeda e, consequentemente, de seus produtos.

A disputa pelo valor das moedas entre os países, assim, mostra que a crise não terminou e que o fantasma da quebra de 1929 não desapareceu.



  Mais notícias da seção Geral no caderno OPINIÃO
10/01/2016 - Geral - A RÚSSIA EM XEQUE
No entanto, na sua ânsia de se mostrar amiga, muito amiga dos demais países capitalistas, desejando somente algumas fatias do bolo mundial (em troca, a Síria?) a Rússia corre o perigo de se tornar suspeita de fazer um jogo duplo. Aliás, jogo duplo faz parte do treinamento de espiões e Vladimir Putin foi coronel da KGB soviética. Logo após a inst...
20/10/2015 - Geral - FRANCISCO, O MIDIÁTICO APÓSTATA
- Oração e adoração numa mesquita. O Papa Francisco realizou o que classificou de "adoração silenciosa" numa mesquita de Istambul. Portanto, adorou a Alá. Em 2006, Bento XVI apenas visitou uma mesquita, sem rezar ou "adorar". Foi uma apostasia pública do Papa Francisco.- Para Bergoglio, o Bem e o Mal são relativos: "Cada um de nós tem uma visão do ...
20/10/2015 - Geral - ENTRE TARTUS E INCIRLIK A PAZ OU A GUERRA
"A Rússia resolveu se antecipar, desafiar o império. Preferiu uma estratégia quase oposta a da União Soviética que, assediada pela China por um lado e pelas forças da OTAN pelo outro, optou pelo defensivismo que levou à derrota e desintegração. Ao escolher a Síria como campo de batalha inicial, a Rússia se expõe e confronta o inimigo não declarado,...
19/04/2015 - Geral - A GUERRA TERMONUCLEAR COMO POSSIBILIDADE REAL - The Saker
Já há muito queria entrevistar Paul Craig Roberts. Durante muitos anos acompanhei seus escritos e entrevistas e sempre que o lia esperava ter um dia o privilégio de entrevistá-lo acerca da natureza do estado profundo dos EUA e do Império. Recentemente, enviei-lhe um email e pedi-lhe uma entrevista e, muito gentilmente, ele concordou. Fico-lhe muito...
10/01/2015 - Geral - O ATENTADO AO CHARLIE HEBDO E A ISLAMOFOBIA - Fausto Brignol
"A mesma mídia hipócrita convoca passeatas em protesto contra a "liberdade de expressão" devido ao ataque ao "Charlie Hebdo", jornal que sempre atacou a liberdade religiosa de expressão e atende aos anseios do sionismo internacional. Curiosamente, essa mesma imprensa rotula o "Charlie Hebdo" de jornal de extrema-esquerda, mesmo que ela faça o jogo ...
10/01/2015 - Geral - NÃO SOU CHARLIE - THE SAKER
Por tudo isso, não: definitivamente NÃO SOU Charlie hoje, e estou enojado além do que consigo escrever, ao ver o show obsceno de "solidariedade" tão fajuta quanto "correta", a um grupo de "esquerdinhas-caviar", que ganhavam dinheiro cuspindo e ensinando a cuspir na alma de bilhões de pessoas, e cometeram a temeridade de desafiar aquelas pessoas a r...
17/09/2014 - Geral - MARINA SILVA E A TEORIA DA CONSPIRAÇÃO - Fausto Brignol
"E no dia 13 de agosto morre Eduardo Campos, em provável acidente de aviação. Ele tinha 49 anos e 4+9 = 13. Até agora não se sabe a causa da queda do avião e alguns afirmam que ele estava em chamas no momento da arremetida. A caixa preta foi encontrada, mas, estranhamente, não tinha gravado nada. A Teoria da Conspiração afirma que a morte de Eduard...
17/09/2014 - Geral - AddThis Social Bookmark Button A ALIANÇA ENTRE ISRAEL E O FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO ATRASADO E FASCISTA DO BRASIL ESTÁ MAIS FIRME QUE NUNCA!
"A Igreja Universal do Reino de Deus sempre gostou dos mármores, dos dourados, da grandiosidade do espetáculo. Quando plantou sua imensa catedral no depauperado bairro de Santo Amaro, distrito destroçado pela recessão e desindustrialização dos anos 1990, assentou um modelo monumental, rico, suntuoso e ostentatório de arquitetura e decoração religio...
09/04/2014 - Geral - PARA QUE PRECISAMOS DOS ESTADOS UNIDOS? - Fiódor Lukianov, cientista político
"Os políticos ocidentais compreendem que a Rússia decidiu, pela primeira vez, agir como achou necessário, sem deixar espaço para compromissos com a Europa e os Estados Unidos. O que se passa é que a questão da Ucrânia é de tal modo relevante que Moscou não está para reverências. No Ocidente, se desacostumaram com isso e tentam agora fazer a Rússia ...
09/04/2014 - Geral - PEGA LADRÃO! - Aleksander Medvedovsky
"Notícias não verdadeiras publicadas na mídia ocidental sobre a questão ucraniana, de tanto serem repetidas, tornam-se "verídicas", e transformam-se em "fatos" sobre os quais se forma a opinião " de boa ou má-fé, e inteiramente afastada da realidade ", que a imprensa brasileira passa ao seu público. Assim, os editoriais alarmistas nos grandes jorna...
24/01/2014 - Geral - DE RAMBOUILLET A MONTREUX: O CINISMO DA ONU
A Conferência de Montreux, na Suíça, para tratar da paz na Síria é outra das grandes mentiras da ONU, uma organização que cada vez mais perde a credibilidade, agindo como uma velha e rica prostituta que compra um título de nobreza para adquirir respeitabilidade. A ONU foi criada para defender os interesses dos Estados Unidos e dos países vencedores...
19/01/2014 - Geral - Mandela morreu. Por que ocultar a verdade sobre o apartheid? - Fidel Castro
"As revoluções sociais abalavam os alicerces da velha ordem. Os povoadores do planeta, em 1960, atingiam já os três bilhões de habitantes. Analogamente cresceu o poder das grandes empresas multinacionais, quase todas nas mãos dos Estados Unidos, cuja moeda, apoiada no monopólio do ouro e na indústria intata pela distância dos fronts de batalha, apr...
03/01/2014 - Geral - PRISIONEIROS DE EXCEÇÃO
Agora estão na cadeia e dizem que isso é devido a um julgamento de exceção; consideram-se presos políticos. Na verdade, são políticos presos. Políticos que ajudaram a fundar o PT, que tem como missão principal destruir os movimentos de esquerda no Brasil, aliar-se ao império norte-americano e promover o modelo neoliberal com laivos de assistenciali...
16/07/2013 - Geral - HIPÓCRATES E OS HIPÓCRITAS - Rodolpho Motta Lima
Tudo isso vale ser discutido, mas sem hipocrisia. Se uma comunidade não tem sequer um médico, é melhor que tenha pelo menos um... E que, com ele, venham também os suportes, que, aliás, o Governo admite suprir com o programa proposto. O que não se pode é conviver com a precariedade atual, questionada nas ruas do país. Outra alegação hipócrita tem a...
23/05/2013 - Geral - DE ONDE VEM AS ARMAS QUE DISPARAM NA SÍRIA? - DMITRI BABICH
Resta saber, contudo, como o auxílio prestado aos fanáticos sunitas e aos terroristas, que ostentam o canibalismo perante as câmaras, combina na Europa e nos EUA com as conversas sobre os direitos do homem e a democracia. De notar que tais incongruências se iniciaram ainda no período em que a OTAN apoiava os extremistas islâmicos no Kosovo. O Figar...
10/05/2013 - Geral - DA GEOPOLÍTICA DO PETRÓLEO PARA A DO GÁS - Imad Fawzi Shueibi
A revelação do segredo do gás sírio dá uma idéia da importância do que está realmente em jogo. Quem tenha o controle da Síria poderá controlar o Médio Oriente. E a partir da Síria, portão da Ásia, terá em suas mãos a chave da Rússia e, também, da China, através da "Rota da Seda", assim você poderá dominar o mundo neste século, já que é o século do...
08/05/2013 - Geral - CRISE? QUE CRISE? BOMBARDEIEM A SÍRIA! - Pepe Escobar (de Paris), Asia Times Online
Em seguida, veio o chamado "pacote de dois", adotado semana passada pelo Parlamento Europeu: duas regras, segundo as quais os estados devem submeter suas previsões de orçamento à CE, antes mesmo de submetê-las aos Parlamentos nacionais. Resumo da ópera: as "democracias" européias não têm qualquer poder (poder-zero) para decidir sobre as políticas c...
11/04/2013 - Geral - EUROPA JÁ CONFISCA POUPANÇAS - por Hugo R C Souza
Desta forma, os "ajustes" fiscais, arrochos salariais, supressão de direitos trabalhistas do dia para a noite, privatizações levadas a cabo às pressas, enfim, toda a gama de medidas antipovo e pró-capital levadas às últimas consequências têm sido implementadas no seio da Europa afundada na chamada "crise da dívida pública", não obstante a altiva e ...
11/04/2013 - Geral - OBAMA QUER DESTRUIR A CORÉIA DO NORTE - Gregory Elich
Curiosamente, no mesmo dia em que a Coreia do Norte lançou o seu satélite para o espaço, a Índia, outra potência nuclear, testou o disparo de um míssil balístico sem que responsáveis americanos expressassem uma queixa. [7] Os Estados Unidos não estão faltos de engenheiros aeroespaciais e responsáveis dos EUA certamente estavam consciente de que o l...
18/07/2012 - Geral - OS MENSALÕES
Acostumamo-nos com a mentira e com a corrupção e delas rimos, porque as lágrimas já secaram, devido à inevitável raiva que ruboriza os mais crédulos e crentes nos carinhos do Estado. Estamos cada vez mais acostumados com o "dar em nada" das CPIs, com os julgamentos vazios de corruptos que se tornam famosos pela sua qualidade de corromper a todos " ...
02/11/2011 - Geral - ACAMPA SAMPA/OCUPA SAMPA - Marcio Moretto Ribeiro
"Algumas vezes somos confundidos com movimentos direitistas contra a corrupção. Evidentemente que somos contra corrupção, mas esse tema nem surge em nossos manifestos ou meios de divulgação. Quando gritamos "Não nos representam!" não é que um ou outro político não nos representa, mas que o sistema político não é capaz de nos representar. Soma-se a ...
11/08/2011 - Geral - A LIMPEZA DE DILMA E O QUE SE ESCONDE SOB O TAPETE - Elaine Tavares
"Passado um semestre do governo da nova presidenta, seguimos vendo a mídia fazer seu papel "neutral". Diante da crise de corrupção generalizada dentro do governo, lá estão os âncoras das grandes redes a louvar a capacidade de "faxina" de Dilma Roussef. A mulher não tem medo de assumir seu posto de mando e está conseguindo garantir a ética e a retid...
30/03/2011 - Geral - DEVERIAM SER PRESOS
"O que significa um manifesto como este, justamente quando o povo começa a acreditar que vive em uma democracia? Que as Forças Armadas prosseguem no seu processo de elitização; que o governo é apenas um apêndice, uma excrescência a ser tolerada, desde que se comporte bem e continue obedecendo as suas ordens; que os militares nada temem e que poderã...
20/02/2011 - Geral - POLÍTICA DE DESVALORIZAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO
Em 2007, Lula e as Centrais Sindicais (CUT, Força Sindical, UGT, CGT etc.) fecharam um acordo para o reajuste do salário mínimo para aquele ano e os posteriores. O acordo prevê que o reajuste anual do salário mínimo a partir daquele momento seria a soma do índice da inflação do ano anterior mais a variação do PIB (Produto Interno Bruto) dos dois an...
27/11/2010 - Geral - TRÁFICO É PRETEXTO PARA INTERVENÇÃO MILITAR
É com esse argumento que a polícia sistematicamente provoca inúmeros massacres nas favelas, realizando "operações" nas quais o alvo é qualquer um que esteja no caminho e que frequentemente acabam com uma enorme quantidade de mortos entre os trabalhadores que vivem ali. Até porque não há a intenção de acabar com o tráfico, mas apenas de controlar os...
26/11/2010 - Geral - DESRATIZAÇÃO NO RIO DE JANEIRO
"É claro que a preocupação das autoridades não é com o vício. Este é um país de viciados. Os que não fumam, bebem; os que não bebem, cheiram. E há os que fazem tudo isso. Esta não é a questão. Os viciados continuarão fumando, bebendo e cheirando. E se matando a seu bel-prazer. O que está incluso na invasão das favelas do Rio é a disputa por territó...
16/11/2010 - Geral - COBAIAS E RATOS - Raul Fitipaldi
"De fato, os veículos de incomunicação aliados à Sociedade Interamericana de Imprensa não repercutiram as ações criminosas dos EUA, nem a dos anos 50 nem a atual. Para as oligarquias detentoras dos monopólios de comunicação e somos apenas mão de obra barata e consumidores, no melhor dos casos. Se não atingimos esse patamar, é razoável que o "venerá...
11/11/2010 - Geral - SOBRE A MORTE DE NÉSTOR KIRCHNER
"A repentina morte de Néstor Kirchner provocou uma ampla demonstração de dor por parte de setores operários e populares que identificam o ex-presidente com a redução do desemprego e com uma série de medidas como os novos julgamentos ou a abolição das leis de perdão aos militares genocidas, a re-nacionalização da empresa aérea Aerolíneas, da AFJP (f...
05/11/2010 - Geral - A FESTA DOS IGUAIS
"(...)Mas os dois compartilham os mesmo segredos, dormem no mesmo quarto e amam a mesma mulher, que se chama Burguesia. Há uma rivalidade natural, o que é apenas coisa de irmãos. Agora que o PT garantiu a sua continuidade no poder, com a vitória de Dilma e maioria de sua coligação no Congresso, o PSDB está reclamando a sua parte em altos brados. Ob...
05/11/2010 - Geral - OS NORDESTINOS SÃO UMA RAÇA?
"Agora mesmo, a Dilma está prometendo mundos e fundos para o Nordeste. É dando que se recebe; uma mão lava a outra. E ele, o povo pobre e ignorante, acredita. Pensa que emprego e vida melhor cai do Céu por ordem do ou da Presidente. Ou porque o padre Cícero vai ajudar. Acostumaram-se com isso. Com essa atitude passiva, crente, sempre esperando ajud...



Capa |  CULTURA  |  HISTÓRIA  |  OPINIÃO  |  TOQUES
Busca em

  
655 Notícias