| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

DIÓGENES
Desde: 15/07/2005      Publicadas: 655      Atualização: 10/01/2016

Capa |  CULTURA  |  HISTÓRIA  |  OPINIÃO  |  TOQUES


 OPINIÃO

  19/01/2014
  0 comentário(s)


Mandela morreu. Por que ocultar a verdade sobre o apartheid? - Fidel Castro

"As revoluções sociais abalavam os alicerces da velha ordem. Os povoadores do planeta, em 1960, atingiam já os três bilhões de habitantes. Analogamente cresceu o poder das grandes empresas multinacionais, quase todas nas mãos dos Estados Unidos, cuja moeda, apoiada no monopólio do ouro e na indústria intata pela distância dos fronts de batalha, apropriou-se da economia mundial. Richard Nixon derrogou unilateralmente o respaldo de sua moeda em ouro, e as empresas de seu país se apropriaram dos principais recursos e matérias-primas do planeta, que adquiriram com papéis.

Até aqui não há nada que não se conheça.

Mas, por que se pretende ocultar que o regime do apartheid, que tanto fez sofrer a África e indignou a maioria das nações do mundo, era fruto da Europa colonial e foi convertido em potência nuclear pelos Estados Unidos e Israel, o qual Cuba, um país que apoiava as colônias portuguesas na África que lutavam por sua independência, condenou abertamente?"

Mandela morreu. Por que ocultar a verdade sobre o apartheid? - Fidel Castro

TALVEZ o império acreditou que nosso povo não honraria sua palavra quando, em dias incertos do passado século, afirmamos que se inclusive a URSS desaparecesse Cuba continuaria lutando.

A Segunda Guerra Mundial estourou quando, em 1o. de setembro de 1939, o nazi-fascismo invadiu a Polônia e caiu como um raio sobre o povo heróico da URSS, que deu 27 milhões de vidas para preservar a humanidade daquela brutal chacina que pôs fim à vida de mais de 50 milhões de pessoas.

A guerra é, por outro lado, a única atividade ao longo da história que o gênero humano nunca foi capaz de evitar; o que levou a Einstein a responder que não sabia como seria a Terceira Guerra Mundial, mas a Quarta seria com paus e pedras.

Somados os meios disponíveis pelas duas potências mais poderosas, os Estados Unidos e a Rússia, dispõem de mais de 20.000 " vinte mil " ogivas nucleares. A humanidade deveria conhecer bem que, três dias após a posse de John F. Kennedy na presidência de seu país, em 20 de janeiro de 1961, um bombardeiro B-52 dos Estados Unidos, em voo de rotina, que transportava duas bombas atômicas com uma capacidade destruidora 260 vezes superior à utilizada em Hiroshima, sofreu um acidente que fez com que o aparelho se espatifasse no solo. Em tais casos, equipamentos automáticos sofisticados aplicam medidas que impedem o estouro das bombas. A primeira caiu a terra sem risco algum; a segunda, dos quatro mecanismos, três falharam, e o quarto, em estado crítico, apenas funcionou; a bomba por puro azar não estourou.

Nenhum acontecimento presente ou passado que eu lembre ou tenha ouvido mencionar, como a morte de Mandela, impactou tanto a opinião pública mundial; e não por suas riquezas, senão pela qualidade humana e a nobreza de seus sentimentos e ideias.

Ao longo da história, até há apenas um século e meio e antes de que as máquinas e robôs, a um custo mínimo de energias, tomassem conta de nossas modestas tarefas, não existiam nenhum dos fenômenos que hoje comovem à humanidade e regem inexoravelmente cada uma das pessoas: homens ou mulheres, crianças e idosos, jovens e adultos, agricultores e operários de usinas, manuais e intelectuais. A tendência dominante é a de instalar-se nas cidades, onde a criação de empregos, transporte e condições elementares de vida, demandam enormes investimentos em detrimento da produção de alimentos e outras formas de vida mais razoáveis.

Três potências fizeram pousar artefatos na Lua de nosso planeta. No mesmo dia em que Nelson Mandela, envolvido na bandeira de sua pátria, foi inumado no pátio da humilde casa, onde nasceu há 95 anos, um módulo sofisticado da República Popular da China pousava num espaço iluminado de nossa Lua. A coincidência de ambos os fatos foi absolutamente casual.

Milhões de cientistas pesquisam matérias e radiações na Terra e no espaço; por eles se conhece que Titã, uma das luas de Saturno, acumulou 40 " quarenta " vezes mais petróleo que o existente em nosso planeta quando começou a exploração deste, há apenas 125 anos, e o ritmo atual de consumo durará apenas mais um século.

Os fraternais sentimentos de irmandade profunda entre o povo cubano e a pátria de Nelson Mandela nasceram dum fato que nem sequer foi mencionado, e do qual não tínhamos dito uma palavra ao longo de muitos anos; Mandela, porque era um apóstolo da paz e não desejava lastimar ninguém. Cuba, porque jamais realizou ação alguma em busca de glória ou prestígio.

Quando triunfou a Revolução em Cuba fomos solidários com as colônias portuguesas na África, desde os primeiros anos; os movimentos de libertação nesse continente punham em xeque o colonialismo e o imperialismo, depois da Segunda Guerra Mundial e a libertação da República Popular da China " o país mais povoado do mundo ", após o triunfo glorioso da Revolução Socialista Russa.

As revoluções sociais abalavam os alicerces da velha ordem. Os povoadores do planeta, em 1960, atingiam já os três bilhões de habitantes. Analogamente cresceu o poder das grandes empresas multinacionais, quase todas nas mãos dos Estados Unidos, cuja moeda, apoiada no monopólio do ouro e na indústria intata pela distância dos fronts de batalha, apropriou-se da economia mundial. Richard Nixon derrogou unilateralmente o respaldo de sua moeda em ouro, e as empresas de seu país se apropriaram dos principais recursos e matérias-primas do planeta, que adquiriram com papéis.

Até aqui não há nada que não se conheça.

Mas, por que se pretende ocultar que o regime do apartheid, que tanto fez sofrer a África e indignou a maioria das nações do mundo, era fruto da Europa colonial e foi convertido em potência nuclear pelos Estados Unidos e Israel, o qual Cuba, um país que apoiava as colônias portuguesas na África que lutavam por sua independência, condenou abertamente?

Nosso povo, que tinha sido cedido pela Espanha aos Estados Unidos após a heróica luta durante mais de 30 anos, nunca se resignou ao regime escravista que lhe impuseram durante quase 500 anos.

Da Namíbia, ocupada pela África do Sul, partiram em 1975 as tropas racistas apoiadas por tanques leves com canhões de 90 milímetros que penetraram mais de mil quilômetros até as proximidades de Luanda, onde um batalhão de tropas especiais cubanas " enviadas por ar " e várias tripulações também cubanas de tanques soviéticos que estavam ali sem pessoal, pôde contê-las. Isso ocorreu em novembro de 1976, 13 anos antes da batalha de Cuito Cuanavale.

Já disse que nada fazíamos em busca de prestígio ou benefício algum. Mas constitui um fato muito real que Mandela foi um homem íntegro, revolucionário profundo e radicalmente socialista, que com grande estoicismo suportou 27 anos de prisão solitária. Eu não deixava de admirar sua honradez, sua modéstia e seu enorme mérito.

Cuba cumpria seus deveres internacionalistas rigorosamente. Defendia pontos chaves e treinava a cada ano milhares de combatentes angolanos no manejo das armas. A URSS fornecia o armamento. Contudo, naquela época, não partilhávamos a ideia do assessor principal por parte dos fornecedores do equipamento militar. Milhares de angolanos, jovens e saudáveis ingressavam constantemente nas unidades de seu incipiente exército. O assessor principal não era, porém, um Zhukov, Rokossovsky, Malinovsky ou muitos outros que encheram de glória a estratégia militar soviética. Sua ideia obsessiva era enviar brigadas angolanas, com as melhores armas, ao território onde supostamente residia o governo tribal de Savimbi, um mercenário ao serviço dos Estados Unidos e da África do Sul, que era como enviar as forças que combatiam em Stalingrado à fronteira da Espanha falangista, que tinha enviado mais de cem mil soldados a lutar contra a URSS. Naquele ano se estava produzindo uma operação dessa classe.

O inimigo avançava trás as forças de várias brigadas angolanas, golpeadas nas proximidades do alvo aonde eram enviadas, a aproximadamente 1.500 quilômetros de Luanda. Dali vinham perseguidas pelas forças sul-africanas em direção a Cuito Cuanavale, antiga base militar da OTAN, a uns 100 quilômetros da primeira brigada de tanques cubana.

Naquele instante crítico o presidente de Angola pediu o apoio das tropas cubanas. O chefe de nossas forças no Sul, general Leopoldo Cintra Frías, nos comunicou o pedido, algo que costumava ser habitual. Nossa resposta firme foi que prestaríamos esse apoio se todas as forças e equipamentos angolanos desse front se subordinavam ao comando cubano no Sul de Angola. Todo o mundo compreendia que nosso pedido era um requisito para converter a antiga base no campo ideal para golpear as forças racistas da África do Sul.

Em menos de 24 horas chegou de Angola a resposta positiva.

Decidiu-se o envio imediato duma brigada de tanques cubana a esse ponto. Várias mais estavam na mesma linha ao Oeste. O obstáculo principal era a lama e a umidade da terra, em época de chuva, que havia que revisar metro a metro para protegermo-nos das minas antipessoais. A Cuito foi enviado, igualmente, o pessoal para operar os tanques sem tripulação e os canhões que careciam delas.

A base estava separada do território que se situa ao leste pelo caudaloso e rápido rio Cuito, acima do qual se sustentava uma sólida ponte. O exército racista o atacava desesperadamente; conseguiram impactar um avião teleguiado de explosivos acima da ponte e inutilizaram-na. Os tanques angolanos em retirada que podiam mover-se cruzaram o rio por um ponto mais ao Norte. Os que não estavam em condições adequadas foram enterrados, com suas armas apontando ao Leste; uma densa faixa de minas antipessoais e antitanques converteu a linha numa mortal armadilha ao outro lado do rio. Quando as forças racistas reiniciaram o avanço e bateram contra aquela muralha, todas as peças de artilharia e os tanques das brigadas revolucionárias disparavam de seus pontos de localização na zona de Cuito.

Um papel especial se reservou para os caças Mig-23 que, à velocidade próxima dos mil quilômetros por hora e a 100 " cem " metros de altura, eram capazes de distinguir se o pessoal artilheiro era negro ou branco, e disparavam incessantemente contra eles.

Quando o inimigo desgastado e imobilizado iniciou a retirada, as forças revolucionárias se prepararam para os combates finais.

Inúmeras brigadas angolanas e cubanas se moveram a ritmo rápido e a distância adequada ao Oeste, onde estavam as únicas vias amplas por onde sempre os sul-africanos iniciavam suas ações contra Angola. O aeroporto, contudo, estava aproximadamente a 300 " trezentos " quilômetros da fronteira com a Namíbia, ocupada totalmente pelo exército do Apartheid.

Enquanto as tropas se reorganizavam e reequipavam se decidiu com toda urgência construir uma pista de pouso e decolagem para os Mig-23. Nossos pilotos estavam utilizando os equipamentos aéreos entregados pela URSS a Angola, cujos pilotos não tinham disposto do tempo necessário para sua adequada instrução. Vários equipamentos aéreos estavam descontados por baixas que, às vezes, eram ocasionadas por nossos próprios artilheiros ou operadores de meios antiaéreos. Os sul-africanos ainda ocupavam uma parte da estrada principal que conduz da beira do planalto angolano à Namíbia. Nas pontes sobre o caudaloso rio Cunene, entre o Sul de Angola e o Norte da Namíbia, começaram nesse lapso com o jogo de seus disparos com canhões de 140 milímetros que dava a seus projéteis um alcance próximo dos 40 quilômetros. O problema principal radicava no fato de que os racistas sul-africanos possuíam, segundo nossos cálculos, entre 10 e 12 armas nucleares. Inclusive, tinham realizado testes nos mares ou nas áreas congeladas do Sul. O presidente Ronald Reagan tinha autorizado isso, e entre os equipamentos entregues por Israel estava o dispositivo necessário para fazer explodir uma bomba nuclear. Nossa resposta foi organizar o pessoal em grupos de combate de não mais de 1 000 " mil " homens, que deviam marchar de noite numa ampla extensão de terreno e dotados de carros de combates antiaéreos.

As armas nucleares da África do Sul, segundo relatórios fidedignos, não podiam ser carregadas por aviões Mirage, necessitavam bombardeiros pesados do tipo Canberra. Mas em qualquer caso a defesa antiaérea de nossas forças dispunha de inúmeras classes de foguetes que podiam golpear e destruir objetivos aéreos até dezenas de quilômetros de nossas tropas. Adicionalmente, uma barragem de 80 milhões de metros cúbicos de água situada em território angolano tinha sido ocupada e minada por combatentes cubanos e angolanos. O estouro daquela barragem teria sido equivalente a várias armas nucleares.

Contudo, uma hidrelétrica que usava as fortes correntes do rio Cunene, antes de chegar à fronteira com a Namíbia, estava sendo utilizada por um destacamento do exército sul-africano.

Quando no novo teatro de operações os racistas começaram a disparar os canhões de 140 milímetros, os Mig-23 golpearam fortemente aquele destacamento de soldados brancos, e os sobreviventes abandonaram o lugar deixando inclusive alguns cartazes críticos contra seu próprio comando. Tal era a situação quando as forças cubanas e angolanas avançavam até as linhas inimigas.

Soube que Katiuska Blanco, autora de vários relatos históricos, junto a outros jornalistas e repórteres gráficos, estavam ali. A situação era tensa, mas ninguém perdeu a calma.

Foi então que chegaram notícias de que o inimigo estava disposto a negociar. Tinham conseguido pôr fim à aventura imperialista e racista; num continente que em 30 anos terá uma população superior à da China e da Índia juntas.

O papel da delegação de Cuba, por ocasião da morte de nosso irmão e amigo Nelson Mandela, será inesquecível.

Felicito ao companheiro Raúl por seu brilhante desempenho e, especialmente, pela firmeza e dignidade quando com gesto amável mas firme cumprimentou o chefe do governo dos Estados Unidos e disse-lhe em inglês: "Senhor presidente, eu sou Castro".

Quando minha própria saúde limitou minha capacidade física, não hesitei um minuto em expressar meu critério sobre quem, na minha opinião, podia assumir a responsabilidade. Uma vida é um minuto na história dos povos, e penso que quem assuma hoje tal responsabilidade requer da experiência e da autoridade necessárias para optar perante um número crescente, quase infinito, de variantes.

O imperialismo sempre reservará várias cartas para submeter nossa Ilha, ainda que tenha que despovoá-la, privando-a de homens e mulheres jovens, oferecendo-lhe migalhas dos bens e recursos naturais que saqueia ao mundo.

Que falem agora os porta-vozes do império sobre como e por que surgiu o apartheid.

Fidel Castro Ruz

18 de dezembro de 2013

20h35.


  Mais notícias da seção Geral no caderno OPINIÃO
10/01/2016 - Geral - A RÚSSIA EM XEQUE
No entanto, na sua ânsia de se mostrar amiga, muito amiga dos demais países capitalistas, desejando somente algumas fatias do bolo mundial (em troca, a Síria?) a Rússia corre o perigo de se tornar suspeita de fazer um jogo duplo. Aliás, jogo duplo faz parte do treinamento de espiões e Vladimir Putin foi coronel da KGB soviética. Logo após a inst...
20/10/2015 - Geral - FRANCISCO, O MIDIÁTICO APÓSTATA
- Oração e adoração numa mesquita. O Papa Francisco realizou o que classificou de "adoração silenciosa" numa mesquita de Istambul. Portanto, adorou a Alá. Em 2006, Bento XVI apenas visitou uma mesquita, sem rezar ou "adorar". Foi uma apostasia pública do Papa Francisco.- Para Bergoglio, o Bem e o Mal são relativos: "Cada um de nós tem uma visão do ...
20/10/2015 - Geral - ENTRE TARTUS E INCIRLIK A PAZ OU A GUERRA
"A Rússia resolveu se antecipar, desafiar o império. Preferiu uma estratégia quase oposta a da União Soviética que, assediada pela China por um lado e pelas forças da OTAN pelo outro, optou pelo defensivismo que levou à derrota e desintegração. Ao escolher a Síria como campo de batalha inicial, a Rússia se expõe e confronta o inimigo não declarado,...
19/04/2015 - Geral - A GUERRA TERMONUCLEAR COMO POSSIBILIDADE REAL - The Saker
Já há muito queria entrevistar Paul Craig Roberts. Durante muitos anos acompanhei seus escritos e entrevistas e sempre que o lia esperava ter um dia o privilégio de entrevistá-lo acerca da natureza do estado profundo dos EUA e do Império. Recentemente, enviei-lhe um email e pedi-lhe uma entrevista e, muito gentilmente, ele concordou. Fico-lhe muito...
10/01/2015 - Geral - O ATENTADO AO CHARLIE HEBDO E A ISLAMOFOBIA - Fausto Brignol
"A mesma mídia hipócrita convoca passeatas em protesto contra a "liberdade de expressão" devido ao ataque ao "Charlie Hebdo", jornal que sempre atacou a liberdade religiosa de expressão e atende aos anseios do sionismo internacional. Curiosamente, essa mesma imprensa rotula o "Charlie Hebdo" de jornal de extrema-esquerda, mesmo que ela faça o jogo ...
10/01/2015 - Geral - NÃO SOU CHARLIE - THE SAKER
Por tudo isso, não: definitivamente NÃO SOU Charlie hoje, e estou enojado além do que consigo escrever, ao ver o show obsceno de "solidariedade" tão fajuta quanto "correta", a um grupo de "esquerdinhas-caviar", que ganhavam dinheiro cuspindo e ensinando a cuspir na alma de bilhões de pessoas, e cometeram a temeridade de desafiar aquelas pessoas a r...
17/09/2014 - Geral - MARINA SILVA E A TEORIA DA CONSPIRAÇÃO - Fausto Brignol
"E no dia 13 de agosto morre Eduardo Campos, em provável acidente de aviação. Ele tinha 49 anos e 4+9 = 13. Até agora não se sabe a causa da queda do avião e alguns afirmam que ele estava em chamas no momento da arremetida. A caixa preta foi encontrada, mas, estranhamente, não tinha gravado nada. A Teoria da Conspiração afirma que a morte de Eduard...
17/09/2014 - Geral - AddThis Social Bookmark Button A ALIANÇA ENTRE ISRAEL E O FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO ATRASADO E FASCISTA DO BRASIL ESTÁ MAIS FIRME QUE NUNCA!
"A Igreja Universal do Reino de Deus sempre gostou dos mármores, dos dourados, da grandiosidade do espetáculo. Quando plantou sua imensa catedral no depauperado bairro de Santo Amaro, distrito destroçado pela recessão e desindustrialização dos anos 1990, assentou um modelo monumental, rico, suntuoso e ostentatório de arquitetura e decoração religio...
09/04/2014 - Geral - PARA QUE PRECISAMOS DOS ESTADOS UNIDOS? - Fiódor Lukianov, cientista político
"Os políticos ocidentais compreendem que a Rússia decidiu, pela primeira vez, agir como achou necessário, sem deixar espaço para compromissos com a Europa e os Estados Unidos. O que se passa é que a questão da Ucrânia é de tal modo relevante que Moscou não está para reverências. No Ocidente, se desacostumaram com isso e tentam agora fazer a Rússia ...
09/04/2014 - Geral - PEGA LADRÃO! - Aleksander Medvedovsky
"Notícias não verdadeiras publicadas na mídia ocidental sobre a questão ucraniana, de tanto serem repetidas, tornam-se "verídicas", e transformam-se em "fatos" sobre os quais se forma a opinião " de boa ou má-fé, e inteiramente afastada da realidade ", que a imprensa brasileira passa ao seu público. Assim, os editoriais alarmistas nos grandes jorna...
24/01/2014 - Geral - DE RAMBOUILLET A MONTREUX: O CINISMO DA ONU
A Conferência de Montreux, na Suíça, para tratar da paz na Síria é outra das grandes mentiras da ONU, uma organização que cada vez mais perde a credibilidade, agindo como uma velha e rica prostituta que compra um título de nobreza para adquirir respeitabilidade. A ONU foi criada para defender os interesses dos Estados Unidos e dos países vencedores...
03/01/2014 - Geral - PRISIONEIROS DE EXCEÇÃO
Agora estão na cadeia e dizem que isso é devido a um julgamento de exceção; consideram-se presos políticos. Na verdade, são políticos presos. Políticos que ajudaram a fundar o PT, que tem como missão principal destruir os movimentos de esquerda no Brasil, aliar-se ao império norte-americano e promover o modelo neoliberal com laivos de assistenciali...
16/07/2013 - Geral - HIPÓCRATES E OS HIPÓCRITAS - Rodolpho Motta Lima
Tudo isso vale ser discutido, mas sem hipocrisia. Se uma comunidade não tem sequer um médico, é melhor que tenha pelo menos um... E que, com ele, venham também os suportes, que, aliás, o Governo admite suprir com o programa proposto. O que não se pode é conviver com a precariedade atual, questionada nas ruas do país. Outra alegação hipócrita tem a...
23/05/2013 - Geral - DE ONDE VEM AS ARMAS QUE DISPARAM NA SÍRIA? - DMITRI BABICH
Resta saber, contudo, como o auxílio prestado aos fanáticos sunitas e aos terroristas, que ostentam o canibalismo perante as câmaras, combina na Europa e nos EUA com as conversas sobre os direitos do homem e a democracia. De notar que tais incongruências se iniciaram ainda no período em que a OTAN apoiava os extremistas islâmicos no Kosovo. O Figar...
10/05/2013 - Geral - DA GEOPOLÍTICA DO PETRÓLEO PARA A DO GÁS - Imad Fawzi Shueibi
A revelação do segredo do gás sírio dá uma idéia da importância do que está realmente em jogo. Quem tenha o controle da Síria poderá controlar o Médio Oriente. E a partir da Síria, portão da Ásia, terá em suas mãos a chave da Rússia e, também, da China, através da "Rota da Seda", assim você poderá dominar o mundo neste século, já que é o século do...
08/05/2013 - Geral - CRISE? QUE CRISE? BOMBARDEIEM A SÍRIA! - Pepe Escobar (de Paris), Asia Times Online
Em seguida, veio o chamado "pacote de dois", adotado semana passada pelo Parlamento Europeu: duas regras, segundo as quais os estados devem submeter suas previsões de orçamento à CE, antes mesmo de submetê-las aos Parlamentos nacionais. Resumo da ópera: as "democracias" européias não têm qualquer poder (poder-zero) para decidir sobre as políticas c...
11/04/2013 - Geral - EUROPA JÁ CONFISCA POUPANÇAS - por Hugo R C Souza
Desta forma, os "ajustes" fiscais, arrochos salariais, supressão de direitos trabalhistas do dia para a noite, privatizações levadas a cabo às pressas, enfim, toda a gama de medidas antipovo e pró-capital levadas às últimas consequências têm sido implementadas no seio da Europa afundada na chamada "crise da dívida pública", não obstante a altiva e ...
11/04/2013 - Geral - OBAMA QUER DESTRUIR A CORÉIA DO NORTE - Gregory Elich
Curiosamente, no mesmo dia em que a Coreia do Norte lançou o seu satélite para o espaço, a Índia, outra potência nuclear, testou o disparo de um míssil balístico sem que responsáveis americanos expressassem uma queixa. [7] Os Estados Unidos não estão faltos de engenheiros aeroespaciais e responsáveis dos EUA certamente estavam consciente de que o l...
18/07/2012 - Geral - OS MENSALÕES
Acostumamo-nos com a mentira e com a corrupção e delas rimos, porque as lágrimas já secaram, devido à inevitável raiva que ruboriza os mais crédulos e crentes nos carinhos do Estado. Estamos cada vez mais acostumados com o "dar em nada" das CPIs, com os julgamentos vazios de corruptos que se tornam famosos pela sua qualidade de corromper a todos " ...
02/11/2011 - Geral - ACAMPA SAMPA/OCUPA SAMPA - Marcio Moretto Ribeiro
"Algumas vezes somos confundidos com movimentos direitistas contra a corrupção. Evidentemente que somos contra corrupção, mas esse tema nem surge em nossos manifestos ou meios de divulgação. Quando gritamos "Não nos representam!" não é que um ou outro político não nos representa, mas que o sistema político não é capaz de nos representar. Soma-se a ...
11/08/2011 - Geral - A LIMPEZA DE DILMA E O QUE SE ESCONDE SOB O TAPETE - Elaine Tavares
"Passado um semestre do governo da nova presidenta, seguimos vendo a mídia fazer seu papel "neutral". Diante da crise de corrupção generalizada dentro do governo, lá estão os âncoras das grandes redes a louvar a capacidade de "faxina" de Dilma Roussef. A mulher não tem medo de assumir seu posto de mando e está conseguindo garantir a ética e a retid...
30/03/2011 - Geral - DEVERIAM SER PRESOS
"O que significa um manifesto como este, justamente quando o povo começa a acreditar que vive em uma democracia? Que as Forças Armadas prosseguem no seu processo de elitização; que o governo é apenas um apêndice, uma excrescência a ser tolerada, desde que se comporte bem e continue obedecendo as suas ordens; que os militares nada temem e que poderã...
20/02/2011 - Geral - POLÍTICA DE DESVALORIZAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO
Em 2007, Lula e as Centrais Sindicais (CUT, Força Sindical, UGT, CGT etc.) fecharam um acordo para o reajuste do salário mínimo para aquele ano e os posteriores. O acordo prevê que o reajuste anual do salário mínimo a partir daquele momento seria a soma do índice da inflação do ano anterior mais a variação do PIB (Produto Interno Bruto) dos dois an...
27/11/2010 - Geral - TRÁFICO É PRETEXTO PARA INTERVENÇÃO MILITAR
É com esse argumento que a polícia sistematicamente provoca inúmeros massacres nas favelas, realizando "operações" nas quais o alvo é qualquer um que esteja no caminho e que frequentemente acabam com uma enorme quantidade de mortos entre os trabalhadores que vivem ali. Até porque não há a intenção de acabar com o tráfico, mas apenas de controlar os...
26/11/2010 - Geral - DESRATIZAÇÃO NO RIO DE JANEIRO
"É claro que a preocupação das autoridades não é com o vício. Este é um país de viciados. Os que não fumam, bebem; os que não bebem, cheiram. E há os que fazem tudo isso. Esta não é a questão. Os viciados continuarão fumando, bebendo e cheirando. E se matando a seu bel-prazer. O que está incluso na invasão das favelas do Rio é a disputa por territó...
17/11/2010 - Geral - GUERRA CAMBIAL EXPÕE MAIS UM CAPÍTULO DA CRISE ECONÔMICA - Diego Cruz
"Isso acontece porque o Brasil virou rota preferencial dos especuladores internacionais, atraídos por uma das maiores taxas de juros do mundo. O especulador toma dinheiro emprestado lá fora e investe aqui, com uma rentabilidade de 100% ao ano sem ao menos se mexer. Depois da África do Sul e da Austrália, o Brasil é o país preferido pelos especulado...
16/11/2010 - Geral - COBAIAS E RATOS - Raul Fitipaldi
"De fato, os veículos de incomunicação aliados à Sociedade Interamericana de Imprensa não repercutiram as ações criminosas dos EUA, nem a dos anos 50 nem a atual. Para as oligarquias detentoras dos monopólios de comunicação e somos apenas mão de obra barata e consumidores, no melhor dos casos. Se não atingimos esse patamar, é razoável que o "venerá...
11/11/2010 - Geral - SOBRE A MORTE DE NÉSTOR KIRCHNER
"A repentina morte de Néstor Kirchner provocou uma ampla demonstração de dor por parte de setores operários e populares que identificam o ex-presidente com a redução do desemprego e com uma série de medidas como os novos julgamentos ou a abolição das leis de perdão aos militares genocidas, a re-nacionalização da empresa aérea Aerolíneas, da AFJP (f...
05/11/2010 - Geral - A FESTA DOS IGUAIS
"(...)Mas os dois compartilham os mesmo segredos, dormem no mesmo quarto e amam a mesma mulher, que se chama Burguesia. Há uma rivalidade natural, o que é apenas coisa de irmãos. Agora que o PT garantiu a sua continuidade no poder, com a vitória de Dilma e maioria de sua coligação no Congresso, o PSDB está reclamando a sua parte em altos brados. Ob...
05/11/2010 - Geral - OS NORDESTINOS SÃO UMA RAÇA?
"Agora mesmo, a Dilma está prometendo mundos e fundos para o Nordeste. É dando que se recebe; uma mão lava a outra. E ele, o povo pobre e ignorante, acredita. Pensa que emprego e vida melhor cai do Céu por ordem do ou da Presidente. Ou porque o padre Cícero vai ajudar. Acostumaram-se com isso. Com essa atitude passiva, crente, sempre esperando ajud...



Capa |  CULTURA  |  HISTÓRIA  |  OPINIÃO  |  TOQUES
Busca em

  
655 Notícias